Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

“Hombre, cara, é o fim.”

Seus joelhos estão tão esfolados, tão profundamente feridos que só se vê um buraco com uns três centímetros de profundidade onde antes eram as rotulas por causa das quedas com a cruz de cem quilômetros de comprimento ás costas, e, quando Ele se verga com a cruz nas pedras, obrigam-no a cair de joelhos, e Ele já os tinha feridos daquela maneira no momento no que O pregaram na cruz – eu estava lá. - Ali está o grande corte em suas costelas, onde os lanceiros cravaram a ponta de suas espadas. - Eu não estava lá, se estivesse teria gritado: “Parem com isso!”, e teria sido crucificado também. - A Santa Espanha enviou aos astecas do México, que arrancavam corações em sacrifícios, uma imagem de ternura e piedade, dizendo-lhes : “Faríeis isto ao Homem ? Eu sou o Filho do Homem, nasci do Homem, sou o Homem, isto vós faríeis Mim, que sou Homem e Deus – sou Deus, e vós transpassaríeis Meus pés amarrados com longos pregos de ponta afiada levemente entortados pela força de quem os martela – faríeis isso a Mim, que preguei o amor ?”
Ele pregou o amor, e vocês o amarraram a uma árvore e o pregaram com pregos, seus tolos, vocês devem ser perdoados.
Aquele Pano Sagrado da Vitória. Que vitória, a Vitória de Cristo ! Vitória sobre a loucura, a doença da espécie humana. “Matem-no!”, rugem ainda nas lutas, rinhas de galo, touradas, lutas de boxe, brigas de rua, lutas no campo, combates aéreos, guerra de palavras - “Matem-no!” - Mate a Raposa, o Porco, e a Sífilis.


Cristo em Sua agonia, rogai por mim.
 

( trecho do livro “Viajante Solitário”, de Jack Keroauc )

tags:
descrataquizado por oddie às 20:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 9 de Agosto de 2009

Histórias sobre os Excluídos, Paulo Coelho : Isaac é necessário.

Certo rabino era adorado por sua comunidade; todos ficavam encantados com o que ele dizia. Menos Isaac, que não perdia uma chance de contradizer as interpretações do rabino, apontar falhas em seus ensinamentos. Os outros ficavam revoltados com Isaac, mas não podiam fazer nada.

Um dia, Isaac morreu. Durante o enterro, a comunidade notou que o rabino estava profundamente triste.

 

-Por que tanta tristeza ? - comentou alguém.- Ele vivia colocando defeito no que o senhor dizia!

 

- Não lamento por meu amigo que hoje está no céu – respondeu o rabino. - Lamento por mim mesmo. Enquanto todos me reverenciavam, ele me desafiavam, e eu era obrigado a melhorar. Agora que ele se foi, tenho medo de parar de crescer.

 

 

descrataquizado por oddie às 21:17
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

fada do meu butequim

Vou recolher minhas sementinhas, plantar milhões de aspargos, ver a lágrima deslizar, penina, na imensidão de sua mudez repentina. Vou esquecer que já foste minha, me enrabar com meu ego depressinha, copular em teu útero, menina. Vou dedilhar meus espaços vazios, escrever coisas sem sentido, te tirar pra dançar, columbina. Vou escrever um poema perdido, dizer como em luto seu nome, te citar com a palavra profana, e te ninar, para sempre,                   .

 

 

 

sinto-me:
descrataquizado por oddie às 22:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 23 de Abril de 2009

gen 38:6-8

Venho sonhando colorido, é verdade o que dizem sobre Onã, você sonha em escalas de cinza.Como fui parar, aqui, assim, sem juízo.

Está tudo bem agora.

Tenho sonhado colorido e isso tudo deve-se a ela, a bailarina, e com seu cabelo curto, rubro, vou dormir, mas antes, encharco minha cama com espuma branca, e é pensando nela que eu deixo tudo assim, branco, branquinho.

 

 

descrataquizado por oddie às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

uso correto da camisinha

descrataquizado por oddie às 04:12
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

O Novo Borboletário

 

Andam dizendo que estou escrevendo coisas incoerentes. Coisas que não condizem com a verdade, com a minha situação ilusória de bem-estar e satisfação com as coisas certas. Andam dizendo, com isso, que sou um hipócrita. Que minha vida regrada não condiz com a postura pornográfica e libertária desse sítio. Que meu passado marcou feito ácido minha pele parda, e desde então, nunca mais fui o mesmo. Minha religião nova me impede de mergulhar nas coisas improprias, nas coisas juvenis e nas coisas indecentes que o lado feio da minha vida oferece.
Dizem que essa moderação gerou um estranho anseio pela maldade, me obrigando a escrever nessas linhas invisíveis coisas que gostaria de ter feito, de ter dito, de ter vivido. Ora, pobres daqueles que acreditam apenas no que veem ( sem enxergar, nunca ). 

Pois a maior sacada do diabo é ocultar a sua existência, entre as coisas humanas, entre as coisas santas. Os demonios são mais espertos do que se imagina.

Andam dizendo que eu ainda a amo, que essa moderação toda surge daí. Deveras fosse verdade ! Pois talvez eu sentiria mais do que essa tremedeira ao ouvir sua voz, no telefone, escondido, gaguejasse ao ouvi-la falar e respirasse como boi em matadouro. Talvez se a amasse, a deixasse partir. Aí então, nunca mais. Aí então, feliz.

 

 

música: Borboleta parece flor que o vento tirou pra dançar...
descrataquizado por oddie às 14:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009

vemos as coisas de modo diferente

"Esta era a jahiliyah – terra da ignorância. Esta era a América. O Grande Satã, o Arsenal do Imperialismo, o Financiador do Sionismo, o Bastião do Neocolonialismo.Lar de Hollywood e das putas loiras em nylon preto.A terra dos F-15 equipados com mísseis que disparam sobre o céu de Deus, numa vaidade pagã.A terra de frotas nucleares globais, canhões disparando obuses grandes como carros.

Esqueceram que atiravam em nós, que nos bombardearam, nos difamaram e armaram nossos inimigos. Não têm memória, os americanos, nem história. O vento passa por eles, e o passado se vai. São como folhas mortas."

Bruce Stering ( sua imaginação é pura bizarrice )

 

[---]

 

 

 Somos Todos Palestinos

 

 Somos Todos Palestinos


descrataquizado por oddie às 12:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

24-12

descrataquizado por oddie às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. “Hombre, cara, é o fim.”

. Histórias sobre os Excluí...

. fada do meu butequim

. gen 38:6-8

. uso correto da camisinha

. O Novo Borboletário

. vemos as coisas de modo d...

. 24-12

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO