Sexta-feira, 13 de Março de 2009

Cajuína

Caetano Veloso

 

 

Existirmos: a que será que se destina?


Pois quando tu me deste a rosa pequenina


Vi que és um homem lindo e que se acaso a sina
 

Do menino infeliz não se nos ilumina


Tampouco turva-se a lágrima nordestina


Apenas a matéria vida era tão fina


E éramos olharmo-nos intacta retina

 

A cajuína cristalina em Teresina

 

 


sinto-me:
música: Meu Pintinho Amarelinho - Augusto Liberato
descrataquizado por oddie às 21:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cajuína

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO