Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Transforme a vida em um show existencial, em uma aventura indecifrável.

Passo os primeiros anos de minha vida adulta procurando pelo não sei o que.

Tempo, tenho muito medo.



Se a vida fosse menos ingrata, o tempo seria menos maldoso quando estamos nos divertindo.



Condenados somos nós, pobres bipedes falantes, fardados a caminhar ás cegas pelo túnel, com a luz de uma vela ao longe, aos poucos, se apagando.



O escapismo desleal da felicidade, és tu, minha doce Galatéia.



Minha linda, Galatéia.



súbito ataque de carinho.



Pois te confesso que paixão não existe, paixão agente inventa e segue assim,

 

assistindo a todos os televisores ligados.

 

Big Brother is watching you.

descrataquizado por oddie às 23:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 6 de Junho de 2009

Tristeza, eu te amo.

 

Palavras são navalhas. Adeus é uma mera formalidade, o que está esgotado, já se esgotou há muito tempo. Não é preciso gastar muitos neurônios nem energia pra sacar que tudo isso é muito triste, tristeza, eu te amo, mas isso tudo já se esgotou há muito tempo.

O menino que eu conheci no parque hoje estava meditando, cara, e ele estava só de cuecas. Ele disse que treinava kung-fu em outro parque, um que ficava descendo a avenida. Sentei em posição de lótus e comecei a meditar também. Estava um frio danado, e quase devaguei imaginando como ele conseguia estar ali, só de cuecas. Meia hora depois, ouvi ele se levando e botando as roupas, e resolvi cair fora. Antes de vazar, perguntei a ele quando ele voltaria para ali, para que pudéssemos trocar ideias.

Aí a coisa ficou bizarra, pois o moleque, pouco mais de 11 anos, me olhou e disse que percebia uma tristeza estranha em minha voz. Disse então que havia acontecido uma coisa chata no dia anterior, e, após ele insistir, contei que havia discutido com uma pessoa que eu gostava muito. Disse que ela era uma aranha, daquelas bem peludas, e que me dava medo de pensar nela. Ele me disse que mulher é uma merda mesmo, e achei estranho ouvir isso de uma criança. A TV anda fazendo maravilhas com a geração de hoje.

Sabe, as coisas ficaram metafisicas demais para o gosto dele, e ele decidiu que não ia mais aparecer por ali mesmo, estava indo morar com sua mãe não sei pra onde. Deixou apenas essa frase, “palavras são navalhas”, que pra mim é trecho de uma musica do Belchior. E eu nem gosto de Belchior.

 

 

descrataquizado por oddie às 21:58
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

"Quero a forma perfeita, o beijo, o cheiro do Apolo ruivo."

Andou apressada, quase não viu o semáforo na segunda quadra, que é cortada por uma avenida.Ouviu uns palavrões de certo motorista, não deu a mínima.Correu um pouco...mas já era tarde demais : avistou o portão sendo fechado pela inspetora, assim que pisou no quarteirão da escola.Teria que esperar até a segunda aula.

Ótimo jeito de começar seu aniversário de dezesseis anos.
Sentou embaixo de uma árvore da qual não sabia o nome e nem tinha interesse em saber, embora gostasse muito dessa arvore não se sabe bem o motivo...imaginava que talvez fosse pela sombra, sempre muito acolhedora, especialmente nas tardes quentes, quando costumava ficar ali com algumas amigas depois da aula...conversando sobre o nada...ou se era pelas flores cor-de-rosa, que não era sua flor ou cor favorita, mas deixava um cheiro agradável pelo ar.Quem sabe simplesmente fosse o beijo, seu primeiro beijo, que aconteceu nas primeiras semanas de escola, lá pela quinta série.Um tal de Rodrigo.

Anulara a opção do beijo.Havia tido gosto de cachorro quente com mostarda.

Ela odiava mostarda.

 

descrataquizado por oddie às 22:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

656 from sky

deusinha maia
meu poncho villa
minha ninfa das aguas, meu doce de avelã
meu pedacinho de estrela, minha rosa camuflada, meu amido de milho
minha hortelã carimbada, meu restinho de paz, minha harmonia, meu samba caramelizado
meu espaço entre dos dedos, minha alegria de domingo

descrataquizado por oddie às 16:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

O Novo Borboletário

 

Andam dizendo que estou escrevendo coisas incoerentes. Coisas que não condizem com a verdade, com a minha situação ilusória de bem-estar e satisfação com as coisas certas. Andam dizendo, com isso, que sou um hipócrita. Que minha vida regrada não condiz com a postura pornográfica e libertária desse sítio. Que meu passado marcou feito ácido minha pele parda, e desde então, nunca mais fui o mesmo. Minha religião nova me impede de mergulhar nas coisas improprias, nas coisas juvenis e nas coisas indecentes que o lado feio da minha vida oferece.
Dizem que essa moderação gerou um estranho anseio pela maldade, me obrigando a escrever nessas linhas invisíveis coisas que gostaria de ter feito, de ter dito, de ter vivido. Ora, pobres daqueles que acreditam apenas no que veem ( sem enxergar, nunca ). 

Pois a maior sacada do diabo é ocultar a sua existência, entre as coisas humanas, entre as coisas santas. Os demonios são mais espertos do que se imagina.

Andam dizendo que eu ainda a amo, que essa moderação toda surge daí. Deveras fosse verdade ! Pois talvez eu sentiria mais do que essa tremedeira ao ouvir sua voz, no telefone, escondido, gaguejasse ao ouvi-la falar e respirasse como boi em matadouro. Talvez se a amasse, a deixasse partir. Aí então, nunca mais. Aí então, feliz.

 

 

música: Borboleta parece flor que o vento tirou pra dançar...
descrataquizado por oddie às 14:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Transforme a vida em um s...

. Tristeza, eu te amo.

. "Quero a forma perfeita, ...

. 656 from sky

. O Novo Borboletário

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO